Por que devo conhecer o meu Mundo Interior?


Sabe aquele momento que bate aquela angústia e você não sabe de onde surgiram tais emoções? Ou então, quando a palavra de alguém te fere tão profundamente, porém, dá a sensação que a intensidade que você sentiu não condiz com a real situação? Sabe esses momentos que você não compreende quais os seus desejos, fica confuso, sem conseguir acessar aquilo que você realmente quer e quando chega em um ponto achando que seria esse, ainda continua insatisfeito?

Bom, nessas questões anteriores citadas, já podemos compreender alguns dos motivos dos quais é tão importante conhecer o seu íntimo e ter um real acesso ao seu interior, não é mesmo? Por mais que sejamos aquele que convivemos diariamente e que nos representa dentro e fora, ainda somos aquele que se torna o estranho, permanecendo um desconhecido para nós próprios. Este é um acompanhante que as vezes parece ter vida própria, nos sabotando, gerando sentimentos e ações indesejadas, como se fosse duas pessoas em um único corpo brigando por espaço e se atrapalhando um com o outro.

Toda essa situação embaraçosa e que causam grandes sofrimentos, pode ser mudada em grande proporção. É aí que entra a necessidade de se olhar, se notar, buscar um auto entendimento de suas questões internas e poder viver em harmonia. Conectar-se a si, é conectar-se como uma criança com seu próprio eu. A criança é autêntica, vivência cada sentimento e emoção no momento que tem que vivenciar. Você já notou uma criança deixar de chorar ou não se jogar no chão porque ali não é o momento? Não, não é mesmo? A criança sabe o que ela quer, ela chora, se expressa, talvez não saiba nomear o que está sentindo, mas ela demonstra raiva quando tem que demonstrar, não disfarça, ela chora quando tem que chorar, ri sem vergonha, sua expressão é verdadeira com o outro e consigo. Se você é mãe ou pai, já deve ter sentido vergonha pela autenticidade do seu filho. Mas é assim, é um ser puro e conectado com o seu ser.

Vamos voltar ao adulto, esse que exclui suas emoções, mente constantemente para si, diz que não dói quando dói, diz que não sente quando sente, diz que está bem quando não está. Toda essa mentira para o seu próprio eu distância o seu verdadeiro ser da sua essência. Essa distância torna-se tanta que as emoções e sentimentos ficam abafados. Contudo, estas mesmas ressurgem algum momento, até em situações não condizentes, pois há uma realidade interna e uma vivência externa sendo experimentada. Essa realidade interna desperta e muitas vezes não se encaixa no que diz ocontexto externo; então chega a confusão, aquele sentir sem saber por que está sentindo, aquela palavra de alguém que só foi a chave e o facilitador para ressurgir algo que estava ali, só aguardando.

Em relatos clínicos, há pacientes que dizem não compreender algumas situações e sensações, pois elas não condizem com o contexto do momento, como “eu estava dormindo, não estava pensando em nada e acordei com o coração acelerado, achei que fosse morrer no meio da noite, depois não voltei a dormir pensando em coisas que fiz, mas eu estava bem antes disso, não entendo por que aconteceu.” Ou então, “eu estava conversando com meus colegas, estávamos rindo e de repente veio uma angústia muito forte e meu coração começou a bater forte, eu estava passando mal sem saber por que, não aconteceu nada durante o dia.” Depois desses relatos, sempre vem lembranças de situações que aconteceram antes, em tempos não necessariamente próximos; e estas, não sendo bem elaboradas, ressurgem em um outro momento.

Por isso da importância e urgência em buscar conhecer a si, ter o contato com o que é mais valioso e com aquilo que você é. Esse contato lhe trará muitos benefícios, uma vida em harmonia e a plenitude do seu ser. As angústias ainda podem surgir, porque faz parte de nós como humanos, porém, estará muito mais preparado a elas e poderá receber cada emoção e sentimento com maior aceitação. Seu mundo interior é cada vez mais revelado com cada experiência e sentimento que se prova, moldando o seu ser e fortalecendo a sua essência quando bem vivido.

Caso você precise de ajuda para passar por suas experiências, as recebendo com sabedoria e da melhor forma possível, não hesite em buscar um profissional que pode te acompanhar por todo este processo. Busque um psicólogo!


Para se informar mais sobre a psicoterapia e realizar o seu AGENDAMENTO com um profissional seguro clique AQUI.


#psicologia #saudeemocional #psicoterapia

56 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo